Nos brilha em bolsa. Aumento do dividendo dá ganho de mais de 2%

A operadora surpreendeu ao apresentar lucros de 124 milhões. E também com o anúncio de um aumento de 50% nos dividendos, animando os investidores. Ações sobem mais de 2%. PSI-20 brilha na Europa.

A Nos está a ser a estrela da primeira sessão da semana. Depois de revelar um crescimento dos lucros superior ao que era esperado pelos analistas, mas também de aumentar em 50% a remuneração a pagar aos investidores, os títulos estão a ganhar mais de 2%. A bolsa nacional está a destacar-se pela positiva entre as pares da Europa.

As ações da empresa liderada por Miguel Almeida arrancaram a sessão com uma valorização de 0,68%. Aceleraram rapidamente, apresentando uma subida de 2,26% para os 5,20, com os investidores a aplaudirem os resultados alcançados em 2017.

Ações da Nos em alta na bolsa

Os lucros cifraram-se em 124,1 milhões de euros. Este valor compara com os 90,4 milhões registados no ano anterior. Houve um crescimento de 37,3%. Os analistas sondados pela Reuters apontavam para lucros de 121,6 milhões.

Ao mesmo tempo, o “Conselho de Administração da Nos aprovou a proposta de um dividendo ordinário de 30 cêntimos de euro por ação, representando um acréscimo de 50% face ao dividendo pago no ano anterior”.

Este dividendo, que leva a empresa a entregar 125% dos lucros, ou seja, 25% mais do que os resultados líquidos obtidos em 2017, está a ajudar a puxar pelas ações. Tendo em conta a cotação atual, de 5,16 euros, a remuneração proposta pela Nos oferece uma elevada rentabilidade. O dividend yield da Nos ascende a 5,9%.

Lisboa segue ganhos da Europa

Não é só a Nos que está a valorizar, ainda que seja a cotada que mais se destaca em Lisboa. Praticamente todas as empresas do PSI-20 estão em terreno positivo, permitindo ao índice nacional acompanhar o movimento positivo das praças na Europa. O índice português soma 0,76% enquanto o Stoxx 600 ganha 0,39%.

A EDP regista também uma forte subida, de quase 2%, para 2,977 euros, dando um forte contributo para a sessão de ganhos em Lisboa. Destaque positivo também para a Mota-Engil, que ganha 1,45%, enquanto os CTT somam 0,41%, apesar da multa aplicada pela Concorrência espanhola no final da semana passada.

O BCP, que deverá, em breve, ter um novo presidente executivo, Miguel Maya, como o ECO avançou, também sobe. As ações do banco ainda comandado por Nuno Amado seguem a valorizar 0,28% para 29 cêntimos.

(Notícia atualizada às 8h25 com mais informação)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Nos brilha em bolsa. Aumento do dividendo dá ganho de mais de 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião