EDP perde energia. Bolsa de Lisboa recua

A praça portuguesa arrancou em alta, mas rapidamente passou para o vermelho. A EDP, que subiu durante oito sessões consecutivas, está a corrigir, penalizando o PSI-20.

A bolsa nacional abriu com um ganho ligeiro, mas não conseguiu manter a tendência. Está a perder valor, acompanhando a tendência das restantes praças europeias, num dia marcado pela correção das ações da EDP. Depois de oito sessões em alta, a elétrica recua, pesando no comportamento do PSI-20.

O índice de referência da praça portuguesa segue a perder 0,14% para 5.417,95 pontos, com a grande maioria das cotadas em terreno negativo. Na Europa, o cenário é idêntico, com as principais praças a perderem valor. Os índices registam, contudo, descidas muito ligeiras, sendo que o DAX, da Alemanha, sobe.

A EDP destaca-se pela negativa. A elétrica recua 0,1%, mas o peso que tem na bolsa nacional é suficiente para ditar um comportamento negativo do índice. A elétrica está a cotar nos 3,047 euros, ainda assim perto de máximos de novembro. Esta queda segue-se a uma série de oito sessões consecutivas de ganhos em que subiu mais de 10%. A EDP Renováveis ganha 0,47%.

O BCP também está em queda, recuando 0,41% para 28,98 cêntimos, sendo que os CTT também contribuem para a desvalorização do PSI-20 ao recuarem 0,51% para 3,1240 euros por ação. A Mota-Engil, que na última sessão afundou quase 9%, volta às quedas. A construtora regista uma desvalorização de mais de 1% para 3,46 euros.

A impedir uma queda mais acentuada do mercado nacional está a Jerónimo Martins. A retalhista, dona do Pingo Doce, apresenta uma subida de 0,07% para 15,215 euros, isto numa sessão em que a Ibersol lidera os ganhos. A empresa de fast food soma 1,75% para cotar nos 11,60 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP perde energia. Bolsa de Lisboa recua

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião