Excedente da balança comercial externa da Zona Euro recuou em 2017

  • Lusa
  • 19 Março 2018

De acordo com os dados divulgados pelo Eurostat, o excedente na balança comercial externa da Zona Euro afundou, no último ano, para os 236 mil milhões de euros.

O excedente no comércio internacional de bens da Zona Euro recuou, em 2017, para os 236,0 mil milhões de euros, face aos 265,3 mil milhões registados no ano anterior, segundo o Eurostat.

As exportações, no acumulado do ano de 2017, aumentaram para os 2.194,0 mil milhões de euros (mais 7,1% face a 2016) e as importações subiram 9,8% de 2016 para 2017, saldando-se em 1.958,0 mil milhões de euros.

Na União Europeia (UE), o excedente da balança comercial externa de bens diminuiu para os 22,9 mil ME, em 2017, na comparação com os 32,1 mil ME do ano anterior.

As exportações estabeleceram-se no 1.878,8 mil ME, mais 7,7% do que no ano anterior, e as importações aumentaram, em termos homólogos 8,6% para os 1.855,9 mil ME.

Em janeiro último, a Zona Euro registou um excedente de 3,3 mil milhões de euros no comércio internacional de bens, contra o défice de 1,4 mil milhões do mês homólogo de 2017.

De acordo com o gabinete de estatísticas da UE, as exportações de bens da Zona Euro para o resto do mundo atingiram os 178,6 mil milhões de euros (mais 9,1% do que no mês homólogo, 163,7 mil ME), enquanto as importações chegaram aos 175,4 mil ME (mais 6,5% do que os 165,0 mil ME de janeiro de 2017).

No conjunto dos 28 Estados-membros o défice do comércio internacional de bens agravou-se, em janeiro, para 20,3 mil milhões de euros, face ao de 17,4 mil ME homólogos.

As exportações da UE saldaram-se em 150,5 mil milhões de euros (mais 6,5% do que os 141,3 mil ME do mês homólogo) e as importações chegaram aos 170,8 mil milhões (uma subida de 7,6% face aos 158,7 mil ME de janeiro de 2017.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Excedente da balança comercial externa da Zona Euro recuou em 2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião