Ronaldo pede que não estraguem bom momento com notícias falsas

  • Lusa
  • 19 Março 2018

O futebolista português Cristiano Ronaldo pediu à comunicação social para não tentar “apagar o momento bonito” que atravessa com “notícias falsas”.

O futebolista português Cristiano Ronaldo pediu hoje à comunicação social para não tentarem “apagar o momento bonito” que atravessa com “notícias falsas”, num dia em que foram publicadas notícias sobre o litígio com o Fisco espanhol.

“Não tentem apagar o momento bonito que estou vivendo com notícias falsas”, escreveu hoje na rede social Instagram o avançado luso, do Real Madrid, no mesmo dia em que o jornal El Mundo noticiou que o português terá oferecido um cheque em branco à Agência Tributária espanhola para que abandonasse a via penal.

Segundo o diário espanhol, que cita fontes próximas do processo, as conversas entre as duas partes duram há várias semanas e pretendiam terminar com a regularização voluntária do diferendo em tribunal, no qual Ronaldo é acusado de fraude fiscal no valor de 14,7 milhões de euros relativos a ganhos com direitos de imagem no período compreendido entre 2011 e 2014.

Mais tarde, a agência Europa Press, citando fontes próximas da investigação, noticiou a recusa do Fisco em deixar cair a via penal, sendo que as mesmas fontes rejeitam ainda a notícia de que o número 7 terá oferecido um cheque em branco à Agência Tributária.

A Europa Press explica ainda que teve lugar uma reunião com a equipa negocial do português, que ofereceu uma verba a rondar os cinco milhões de euros para regularizar o processo, que foi rejeitada, com o Fisco a pretender seguir os trâmites penais previstos.

No domingo, Cristiano Ronaldo apontou quatro golos e registou uma assistência para golo na vitória por 6-3 frente ao Girona, na Liga espanhola, e chegou aos 22 tentos no campeonato, colocando-se a três do melhor marcador, o argentino Lionel Messi (FC Barcelona).

O ‘capitão’ da seleção portuguesa está ainda convocado para os particulares com Egito e Holanda, de preparação para o Mundial2018, com os trabalhos da formação das ‘quinas’ a arrancarem na terça-feira, com um treino na Cidade do Futebol, em Oeiras.

O ‘duelo’ com o Egito está agendado para 23 de março, às 19:45, em Zurique, na Suíça, e o embate com a Holanda será três dias depois, às 19:30, em Genebra.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ronaldo pede que não estraguem bom momento com notícias falsas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião