Depois da Nos, BPI também deixa de ter participação qualificada na Ibersol

  • Juliana Nogueira Santos
  • 22 Março 2018

Ao reduzir a sua participação na Ibersol de 2% para 1,219%, o Fundo de Pensões do Banco BPI deixa de deter uma participação qualificada.

O BPI reduziu a sua participação na Ibersol de 2% para 1,219%, deixando agora de deter uma participação qualificada na empresa. A informação foi divulgada esta quinta-feira aos mercados. É a segunda empresa na qual o banco de Pablo Forero reduz a posição qualificada este mês.

“No dia 6 de Março de 2018, o Fundo de Pensões do Banco BPI alienou em bolsa 234.416 ações representativas do capital da Ibersol SGPS, reduzindo a sua participação de 600.000 ações (2%) para 365.584 ações (1,219%)”, pode ler-se no comunicado enviado à CMVM.

Ao deter agora uma participação inferior a 2%, o BPI, por meio do seu Fundo de Pensões, deixa de deter uma participação qualificada. O mesmo já tinha acontecido com a Nos, no dia 13 de março, com o banco a reduzir a sua participação de 2,009% para 1,881%.

O BPI deixa agora de ser um dos principais acionistas da empresa de restauração, sendo estas posições ocupadas pela ATPS, que detém 54,92% do capital social da Ibersol, pela Bestinver Gestión, com 12,56% do capital, e o Norges Bank, com uma posição de 3,25%.

(Notícia atualizada às 15h50 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Depois da Nos, BPI também deixa de ter participação qualificada na Ibersol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião