Euribor negativa vai dar desconto nos juros da casa

  • ECO
  • 22 Março 2018

PS tem proposta para adiar impacto das Euribor negativas nos bancos. Ideia passa por criar um desconto de juros que possa ser usado quando estas taxas estiverem em terreno positivo.

O PS prepara-se para viabilizar uma proposta do Bloco de Esquerda, na gaveta há mais de dois anos, que pretende obrigar os bancos refletirem integralmente as taxas Euribor negativas nos empréstimos à habitação.

De acordo com o jornal Público, os socialistas têm em cima da mesa uma alteração à proposta dos bloquistas e que passa por adiar o impacto das Euribor negativas para quando estas taxas — que estão associadas aos contratos de crédito para compra de casa — entrarem em valores positivos. Na prática, o PS pretende criar uma espécie de crédito de juros que possa ser abatido quando os juros subirem, evitando que os bancos paguem agora uma pequena parte dos empréstimos.

As negociações em torno desta proposta ainda continuam mas prevê-se que esta alteração legislativa se aplique a todos os contratos em vigor, beneficiando os clientes com contratos com taxas variáveis e associados à Euribor a três e seis meses.

Atualmente, a Euribor a três meses está nos -0,329% e a Euribor a seis meses negoceia nos -0,273%.

Os bancos cobram um spread mais a taxa Euribor (a mais usada no crédito à habitação é a taxa a seis meses) nos contratos de empréstimos. Inicialmente, o Banco de Portugal assumiu que os bancos teriam de refletir a Euribor negativa na taxa de juro do contrato, mas acabou por aceitar a interpretação dos bancos de que esse desconto só seria feito até anular o spread.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Euribor negativa vai dar desconto nos juros da casa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião