Advogado da SRS lança obra sobre taxas euribor negativas

  • ADVOCATUS
  • 5 Março 2018

João Santos Carvalho da SRS vai lançar o livro “A (Hipotética) Remuneração do Mutuário. Efeitos das Taxas de Juro de Referência Negativas em Contratos de Crédito Bancário”, a 13 de março em Lisboa.

O advogado coordenador do departamento Financeiro da SRS Advogados, João Santos Carvalho, vai lançar o livro “A (Hipotética) Remuneração do Mutuário. Efeitos das Taxas de Juro de Referência Negativas em Contratos de Crédito Bancário”, no próximo dia 13 de março, na Almedina do Atrium do Saldanha, em Lisboa.

A obra analisa os efeitos decorrentes da entrada em terreno negativo das taxas euribor na contratação e execução de operações de crédito bancário.

João Santos Carvalho é advogado na SRS advogados desde 2005, sendo atualmente advogado coordenador no departamento de Mercados Financeiros. É mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, licenciado em Direito pela mesma Faculdade e pós-graduado em Direito dos Valores Mobiliários pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

A obra, da editora Almedina, insere-se na Coleção SRS 25 Anos e será apresentada pelo sócio sénior, Pedro Rebelo de Sousa, e pela consultora e professora convidada da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, Joana Farrajota.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Advogado da SRS lança obra sobre taxas euribor negativas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião