Advocatus

ECO Advocatus

A Ryanair vai recorrer da sentença do Tribunal Geral da União Europeia relativo aos apoios estatais concedidos pela Finlândia à companhia aérea Finnair e pela Suécia e Dinamarca à SAS.

A suspeita recai sobre o período temporal de setembro de 2014 e abril de 2015. Ou seja; na altura em que o processo, vindo do Ministério Público, foi parar às mãos de Carlos Alexandre. MP investiga.