BRANDS' ADVOCATUS Como tirar partido da transformação digital

  • ECO + IDC
  • 23 Março 2018

Sessão Digital Transformation in Legal visa mostrar os benefícios e modelos e práticas para navegar neste novo mundo.

A transformação digital vai estar no centro das atenções dia 8 de Maio, na sessão Digital Transformation in Legal. Ao longo do dia, representantes de sociedades de advogados, bem como outros representantes do setor, terão uma oportunidade única de tomar conhecimento do processo de transformação digital em curso e dos impactos esperados também na sua área de atuação. Serão também apresentados casos de aplicação e partilhados modelos de referência e práticas para a implementação de Transformação Digital nas sociedades de advogados e restantes setores.

A génese deste processo, para os intervenientes neste setor, prende-se com o gradual desaparecimento da fronteira entre as operações internas da organização e o seu ecossistema externo de clientes, mercados, concorrentes, parceiros e reguladores. As tendências tecnológicas que estão a impactar o setor são, entre outras, o machine learning, Robotic Process Automation (RPS), a mobilidade e o potencial dos serviços online.

Os benefícios destas tecnologias são inúmeros, da pesquisa mais rápida e relevante para o contexto da informação necessária para as equipas, da automatização dos processos mais simples e repetitivos com a robotização, a utilização aplicações móveis para os processos de trabalho, entre muitos outros. Saiba como a terceira plataforma e os aceleradores de inovação são ferramentas essenciais para a transformação digital dos negócios também na área legal.

Inscreva-se aqui e entre connosco nesta jornada rumo ao digital.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Como tirar partido da transformação digital

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião