Direto António Ramalho: “Saída de trabalhadores e encerramento de balcões vão custar 134 milhões” ao Novo Banco

  • Rita Atalaia
  • 28 Março 2018

O presidente do Novo Banco explicou esta tarde as contas da instituição financeira referentes ao ano passado. Isto depois de o banco ter revelado os piores resultados de sempre.

António Ramalho explicou esta tarde os resultados do Novo Banco para 2017. Isto depois de a instituição financeira ter registado os piores resultados de sempre, com um prejuízo recorde de 1.400 milhões de euros. Uma deterioração das contas que se justifica pelas elevadas imparidades que foram reconhecidas pelo banco.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

António Ramalho: “Saída de trabalhadores e encerramento de balcões vão custar 134 milhões” ao Novo Banco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião