Gulbenkian e Oceano Azul vão acelerar startups de bioeconomia azul

  • Juliana Nogueira Santos
  • 4 Abril 2018

A abertura de candidaturas tem data prevista para julho deste ano. As instituições vão investir um milhão de euros.

Assinatura do protocolo, com a presença da ministra do Mar.DR

A Fundação Oceano Azul e a Fundação Calouste Gulbenkian vão investir um milhão de euros para acelerar projetos e startups ligados à bioeconomia azul. A parceria foi anunciada esta quarta-feira, na presença da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.

Em comunicado, as fundações informam que o programa de aceleração, apelidado Blue Bio Value, vai ser internacional e terá a duração de três anos. O objetivo final é “atrair projetos e ideias e transformá-las em oportunidades de negócio.”

E que projetos podem ser acelerados? Todos os que se incluam “ao longo da cadeia de valor dos biorrecursos marinhos”, sendo no âmbito da biotecnologia, da farmacêutica, da nutracêutica [resulta da junção de ‘nutrição’ e ‘farmacêutica’], da indústria alimentar ou até da cosmética, entre outras.

As duas instituições têm desenvolvido esforços na área da promoção do mar e do seu capital social, vem como na sustentabilidade ambiental, económica e social pelo que, como afirmam em comunicado, “decidiram juntar esforços” para atrair empreendedores nacionais e internacionais, para que “Portugal se torne um polo internacional relevante no
desenvolvimento da bioeconomia marinha”

A abertura de candidaturas tem data prevista para julho deste ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Gulbenkian e Oceano Azul vão acelerar startups de bioeconomia azul

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião