Lisboa vai ter videocâmaras nos semáforos e mais radares

  • ECO
  • 13 Abril 2018

Autarquia vai instalar câmaras de vigilância nos semáforos e reforçar o número de radares para combater o excesso de velocidade na cidade. Está previsto um investimento de cinco milhões de euros.

A Câmara de Lisboa vai instalar na cidade 120 câmaras de videovigilância nos semáforos e reforçar o número de radares, numa tentativa de reduzir a velocidade de circulação nas ruas, adianta o Diário de Notícias (acesso condicionado). Outra das medidas a ser implementada pela autarquia é o aumento das penalizações para os estacionamentos em segunda fila.

Dos 21 radares que estão colocados pela capital, vão ser somados mais alguns, não se conhecendo ainda o número concreto. No entanto, Miguel Gaspar, vereador com o pelouro da mobilidade, explicou ao DN que haverá alertas de velocidade antes da zona onde estes dispositivos estarão instalados. “Como não conseguimos mudar a cidade, temos de apelar ao bom senso das pessoas e ao seu cuidado”, disse.

Os principais problemas ocorrem, principalmente, na Segunda Circular, referiu. “São zonas de grande velocidade [o Eixo Norte-Sul e a Avenida Infante Dom Henrique completam o top 3 das vias com mais sinistros]. Ou seja, os condutores têm mais cuidados a andar na zona central da cidade, mas depois nas áreas de maior velocidade já não. É aí que se tem de intervir”.

Para a implementação das câmaras de videovigilância nos semáforos, a Câmara de Lisboa tem previsto um investimento de cinco milhões de euros. “Estamos a modernizar a nossa rede de controlo de semáforos, o que nos vai permitir gerir o tempo que as pessoas passam paradas no trânsito e ter a capacidade de abrir um semáforo, como já se faz no corredor central, e vamos expandir para a zona da Expo e Estrada de Benfica. O que estamos a fazer é a modernizar e a melhorar o sistema”, afirmou Miguel Gaspar.

Relativamente às penalizações pelos estacionamentos em segunda fila, o vereador antecipa: “Em breve vamos começar uma campanha de comunicação para sensibilizar as pessoas que têm de perceber que onde passa o autocarro da carris e no centro da cidade não vamos ser tolerantes. Portanto, estamos a fazer um exercício de reforço de fiscalização e ao mesmo tempo a falar com os comerciantes e hotelaria para estes dizerem o que precisam para a sua atividade”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa vai ter videocâmaras nos semáforos e mais radares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião