Lula lidera sondagens para as presidenciais de outubro

  • ECO e Lusa
  • 15 Abril 2018

Numa sondagem realizada já depois da sua detenção, o ex-Presidente brasileira continua a liderar nas intenções de voto para as eleições presidenciais. Mas desceu ligeiramente face à sondagem anterior.

O ex-Presidente brasileiro Lula da Silva permanece à frente das intenções de voto para as eleições presidenciais de outubro, segundo uma sondagem do Datafolha divulgada este domingo.

Preso a 7 de abril, o candidato, fundador do Partido dos Trabalhadores, reúne 31% das intenções de voto, seguido do candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro, com 15%. Marina Silva, ex-ministra do Ambiente do Governo de Lula, conta com 10% das intenções de voto.

Esta sondagem do Datafolha, realizada entre os dias 11 e 13 de abril, junto de 4.194 entrevistados em 227 municípios, tem uma margem de erro de dois pontos percentuais. A consulta revela um recuo do ex-Chefe de Estado que, nas sondagens de janeiro, tinha conseguido 37% das intenções de voto, contra 16% de Bolsonaro.

O atual Presidente Michel Temer, que pode recandidatar-se, reúne 2% das intenções de voto.

O ex-Presidente brasileiro começou a cumprir pena em Curitiba em conformidade com uma ordem judicial pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável por julgar os casos de corrupção relacionados a Operação Lava Jato. Em junho do ano passado o juiz Sérgio Moro condenou Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e branqueamento de capitais, num processo em que foi considerado culpado de receber como suborno um apartamento de luxo da Construtora OAS.

Essa sentença foi ratificada e a pena ampliada para 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4), um tribunal de segunda instância, em janeiro, que também determinou a prisão imediata do antigo Chefe de Estado depois que se esgotassem todos os recursos naquele tribunal.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Lula lidera sondagens para as presidenciais de outubro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião