Mota-Engil não paga dividendos pela primeira vez em mais de duas décadas

  • ECO
  • 19 Abril 2018

Construtora liderada por Gonçalo Moura Martins viu os lucros caírem de 50 para dois milhões em 2017, razão pela qual não vai pagar dividendos este ano. É uma estreia em mais de duas décadas.

A Mota-Engil EGL 1,04% não vai pagar dividendos este ano, interrompendo uma política de entrega de lucros aos acionistas que se verificava desde pelo menos 1996, há mais de 20 anos, de acordo com os dados compilados pela Reuters.

Segundo João Vermelho, diretor de relações com os investidores, citado pelo Jornal de Negócios, “com dois milhões de euros de lucro é fácil perceber que o dividendo não será provavelmente pago”. “Não há um plano em cima da mesa para distribuir dividendos“, explicou pouco depois na conferência telefónica com os analistas.

A construtora registou uma quebra de 97% do lucro para dois milhões de euros em 2017 — no ano anterior, o resultado líquido foi de 50 milhões de euros, positivamente influenciado com a alienação das participações na Tertir e na Indáqua.

Em 1996, a Mota-Engil pagou um dividendo de 6,15 escudos (cerca de 3 cêntimos). Há um ano, distribuiu um dividendo de 13 cêntimos, depois de anos e anos a remunerar os acionistas de forma ininterrupta.

"Com dois milhões de euros de lucro é fácil perceber que o dividendo não será provavelmente pago. (…) Não há um plano em cima da mesa para distribuir dividendos.”

João Vermelho

Diretor para as Relações com o Mercado da Mota-Engil

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mota-Engil não paga dividendos pela primeira vez em mais de duas décadas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião