CEO do Google encaixa prémio de 380 milhões. É um dos maiores da história recente

É este o valor, em dólares, das 354 mil ações que Sundar Pichai recebeu em 2014 como prémio diferido e ao qual terá direito na próxima quarta-feira.

O CEO do Google prepara-se para ter uma semana em cheio. Sundar Pichai recebe na próxima quarta-feira um dos maiores prémios de gestão recebidos por executivos de topo nos últimos anos: 380 milhões de dólares (cerca de 311,2 milhões de euros).

Este é o valor a que estão avaliadas as 353.939 ações que Pichai recebeu como bónus diferido, em 2014, e que tem direito a exercer já na próxima quarta-feira.

De acordo com dados compilados pela Bloomberg, o valor desse prémio é um dos maiores dos últimos anos a ser atribuído a um executivo de uma empresa cotada.

Esse “bolo” de ações foi atribuído a Sundar Pichai, que lidera os destinos do Google desde 2015, antes da sua promoção a vice-presidente de produtos um ano antes, quando assumiu muitas das responsabilidades de Larry Page.

Desde a atribuição deste prémio, as ações da Alphabet valorizaram 90%, o que compara com um avanço de 39% registado no mesmo período pelo índice S&P 500.

De acordo com a Bloomberg, em 2016, os CEO das empresas cotadas no S&P 500 receberam em média, 16,2 milhões de dólares em ações em que investiram ou resultantes do exercício de opções sobre ações.

Outros gestores do setor tecnológico também já receberam prémios avultados no passado. É o caso de Mark Zuckerberg que amealhou 2,28 mil milhões de dólares quando exerceu 60 milhões de opções como parte da oferta pública inicial do Facebook, no verão de 2012.

Já em 2016, Elon Musk arrecadou 1,34 mil milhões de dólares pelo exercício de 6,71 milhões de opções da Tesla que estavam prestes a expirar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CEO do Google encaixa prémio de 380 milhões. É um dos maiores da história recente

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião