Fabricante chinês de smartphones prepara maior IPO desde 2014

  • Lusa
  • 3 Maio 2018

Vem aí a maior entrada em bolsa em quatro anos: a chinesa Xiaomi prepara uma oferta pública inicial (IPO, na sigla inglesa) que pode avaliar a empresa em 100 mil milhões de dólares.

O fabricante chinês de smartphones Xiaomi solicitou esta quinta-feira ao operador da bolsa de Hong Kong uma Oferta Pública Inicial (IPO, em inglês) que, a confirmar-se, será a maior dos últimos anos.

A empresa, com sede em Pequim, é a quarta maior fabricante do mundo de ‘smartphones’ (telemóveis inteligentes) por quantidade de produção, segundo a unidade de pesquisa International Data Corp.

A marca chinesa é já comercializada em Portugal através das lojas da Fnac, Worten e NOS, além de contar com espaços de venda próprios.

Os documentos enviados à bolsa de Hong Kong não fornecem detalhes sobre a venda de títulos ou o valor da empresa. O jornal South China Morning Post cita, no entanto, fontes anónimas que apontam que a Xiaomi planeia captar até dez mil milhões de dólares (8,3 mil milhões de euros) na bolsa, o que fixaria o valor da empresa em 100 mil milhões de dólares (83 mil milhões de euros).

Caso se confirme, trata-se do maior IPO desde a entrada do gigante chinês do comércio eletrónico Alibaba na bolsa de Nova Iorque, em 2014, então numa operação de 21,8 mil milhões de dólares (atualmente cerca de 18,8 milhões de euros).

Fundada em 2010, a Xiaomi cresceu rapidamente através da venda de ‘smartphones’ cujos preços podem rondar os 100 euros, e da distribuição e marketing via ‘online’.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fabricante chinês de smartphones prepara maior IPO desde 2014

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião