Bosch com vendas de 1,5 mil milhões de euros em Portugal

  • Lusa e ECO
  • 4 Maio 2018

A Bosch Portugal que detém três fábricas em Portugal, viu as vendas crescerem mais 37% para os 1,5 mil milhões de euros. Deste montante mil milhões tem origem em Braga.

As vendas da Bosch em Portugal registaram um aumento de 37% em 2017, face ao ano anterior, para 1,5 mil milhões de euros, anunciou hoje a empresa.

Em 2017, “crescemos 37% e passamos para 1,5 mil milhões de euros” nas vendas em Portugal, disse Carlos Ribas, representante da Bosch no país, na conferência de imprensa de apresentação de resultados, em Aveiro.

Na unidade de Braga, as vendas atingiram 1.000 milhões de euros, estando a fábrica “neste momento numa fase de grande ampliação”, acrescentou Carlos Ribas, que também liderada aquela unidade.

No mercado português, a Bosch faturou 241 milhões de euros, 14% acima do registado em 2016. Com estes números o grupo reforçou a sua posição como um dos maiores exportadores em Portugal com um rácio de exportação superior a 90% da sua produção para mais de 50 países em todo o mundo.

O grupo alemão investiu em Portugal 84 milhões de euros, especialmente na expansão das fábricas de Aveiro, Ovar e Braga.

“O crescimento sólido verificado em todas as nossas unidades é sustentável e será apoiado por um aumento das nossas atividades de I&D em Aveiro, Braga e Ovar, o que contribui para a competitividade das nossas fábricas”, refere Carlos Ribas, representante da Bosch em Portugal, em comunicado.

“Estamos a investigar, desenvolver e produzir soluções em negócios estratégicos para a Bosch tais como as casas e cidades inteligentes e as soluções de mobilidade”, acrescenta.

Ainda em 2017, a Bosch criou mais 480 novos empregos para um total de 4450 colaboradores.

Para 2018, as perspetivas da empresa apontam para a criação de mais de 250 postos de trabalho.

“A empresa pretende continuar a recrutar em 2018 no sentido de reforçar as equipas de I&D e irá procurar perfis especializados nas áreas de software, eletrónica, hardware, mecânica, física, entre outras. Mais de 250 profissionais altamente qualificados serão integrados nos centros de I&D em Aveiro, Braga e Ovar até ao final de 2018”, refere em comunicado.

A nível mundial, a Bosch fechou o exercício de 2017 com uma faturação de 78,1 mil milhões de euros, um crescimento de 6,8% face ao ano anterior, e com um número total de 402 mil trabalhadores repartidos por todo o mundo.

Estes números são um “recorde histórico”, com o grupo alemão a prever um crescimento de 2 a 3% para 2018.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bosch com vendas de 1,5 mil milhões de euros em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião