Wall Street avança. Energia continua a puxar

Os principais indicadores fecharam a semana em terreno positivo. Dados da inflação continuam a animar os investidores.

Apesar de alguma instabilidade à volta de alguns setores, o sentimento continua positivo em Wall Street. Os principais índices valorizaram, registando a melhor semana em dois meses, com os investidores animados pelos dados da inflação.

A convicção de que a inflação vai permanecer baixa, o que abre perspetivas favoráveis para a política monetária da Fed — juros sobem, mas não a um ritmo acelerado –, aliado ao bom comportamento das petrolíferas, beneficiando do aumento do preço do petróleo, depois da decisão de Donald Trump em rasgar o acordo nuclear com o Irão, puxaram pelas bolsas.

Neste contexto, o S&P 500 que chegou a abrir a sessão em terreno negativo, registou ganhos de 0,17% para os 2.727,73 pontos. Já o Dow Jones valorizou 0,37% para os 24.830,45 pontos, enquanto o Nasdaq registou uma queda ligeira de 0,03% para os 7.402,88 pontos.

Numa sessão mais calma para o petróleo, com o barril de West Texas Intermediate a estabilizar em torno dos 71 dólares, as empresas do setor energéticos continuaram a puxar pelos índices.

O setor da saúde destacou-se, encerrando a sessão a subir, com os investidores a anteciparem que as medidas de Trump para controlar os preços no setor terão um impacto relativamente modesto no sistema de saúde.

O setor tecnológico, por seu lado, perdeu valor, isto depois de a Nvídia ter apresentado resultados que ficaram aquém das expectativas. Também a Apple fechou a sessão a cair 0,34%, afastando-se ligeiramente da capitalização bolsista de um bilião de dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street avança. Energia continua a puxar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião