Certificados atraem valor mais elevado em seis meses

O investimento em certificados afundou com o corte da taxa dos títulos do Tesouro, mas começa a recuperar. Pelo segundo mês, o valor captado ficou acima dos 100 milhões. É um máximo de outubro.

O Estado está a conseguir captar mais poupanças das famílias. Depois da forte quebra no investimento em certificados, fruto da descida da taxa dos títulos do Tesouro, as subscrições têm vindo a recuperar. Superaram em abril, pelo segundo mês consecutivo, a fasquia dos 100 milhões de euros, alcançado um máximo desde outubro.

De acordo com os dados do Boletim Estatístico do Banco de Portugal, entre novas subscrições e resgates, os certificados garantiram um financiamento público no valor de 114 milhões de euros. Este valor corresponde à subscrição líquida de 127 milhões de euros no caso dos Certificados do Tesouro Poupança Crescimento, mas também aos resgates líquidos de 13 milhões nos certificados de aforro.

O valor aplicado em (CTPC) é o mais elevado desde que estes novos títulos do Tesouro começaram a ser comercializados, em outubro. Os CTPC vieram substituir os Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM), mas com um juro mais baixo. Pagam uma taxa bruta média anual de 1,38% contra os 2,25% dos “antigos” títulos do Tesouro.

Com estes 127 milhões, o montante total confiado pelas famílias portuguesas aos certificados do Tesouro (sejam eles os originais, os CTPM ou CTPC) ascende a 15.486 milhões de euros, bem mais do que os 11.892 milhões que estão aplicados em certificados de aforro. O diferencial está a aumentar, isto porque estes “velhinhos” certificados continuam a perder dinheiro.

Saíram mais 13 milhões de euros em abril, com os portugueses a optarem por resgatar títulos que apresentam, atualmente, uma taxa de juro muito reduzido, reflexo das Euribor negativas. Este foi o 18.º mês consecutivo de saída de dinheiro destes títulos, sendo que o ritmo de resgates está a abrandar. No acumulado do ano foram retirados 49 milhões de euros, contra os 538 milhões no período homólogo.

(Notícia atualizada às 11h31 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Certificados atraem valor mais elevado em seis meses

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião