5 coisas que vão marcar o dia

Serão conhecidos novos dados sobre a avaliação bancária da habitação, no mesmo dia em que a Oi divulga os resultados relativos ao primeiro trimestre deste ano.

No arranque desta semana, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga novos dados sobre a avaliação bancária às casas, no mesmo dia em que serão conhecidos os resultados do primeiro trimestre da operadora brasileira Oi. Nos mercados acionistas, será um dia sem grandes eventos, já que se comemoram feriados nos Estados Unidos e no Reino Unido. Já no mercado das matérias-primas, os olhos estarão postos no desempenho do petróleo, que registou quedas expressivas esta semana, depois dos ganhos dos últimos dias.

Valor das casas vai voltar a bater recordes?

O INE divulga, esta manhã, os mais recentes dados da avaliação bancária à habitação, relativos a abril, numa altura em que os preços das casas têm batido sucessivos recordes. Em março, o preço a que os bancos avaliam as casas para efeito de concessão de crédito atingiu uma média de 1.167 euros por metro quadrado, o valor mais elevado desde o verão de 2010. A exceção mais relevante foi Lisboa, que registou a primeira quebra no espaço de nove meses.

Oi divulga resultados do primeiro trimestre

A operadora brasileira Oi, em cujo capital a portuguesa Pharol detém uma participação de 27%, vai apresentar os resultados relativos ao primeiro trimestre deste ano. No ano passado, a operadora brasileira foi responsável pelo agravamento dos prejuízos da Pharol, que ascenderam a 806,5 milhões de euros. A “perda de influência” da Pharol na Oi, perante o plano de reestruturação que considera “desequilibrado”, foi o que levou a empresa portuguesa a apresentar estes resultados.

Caldeira Cabral debate crescimento da economia nacional

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, estará presente no almoço/debate do International Club of Portugal, a participar num debate sujeito ao tema “O Crescimento da Economia Portuguesa é Sustentável”. O ministro tem defendido que o crescimento da economia nacional é “firme e resiliente”, ao conseguir mostrar-se competitiva, “versátil e flexível”.

Bolsas encerradas nos EUA e Reino Unido

Será dia de poucos eventos nos mercados acionistas. As bolsas norte-americanas estarão encerradas, no dia em que se comemora o Memorial Day, tal como as britânicas, já que se celebra o Bank Holiday no Reino Unido. As bolsas norte-americanas estiveram sob pressão nas últimas sessões, com investidores em estado de alerta quanto à relação entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte. Donald Trump decidiu cancelar a cimeira com Kim Jong-un, que estava marcada para dia 12 de junho, e o Pentágono chegou mesmo a garantir estar preparado para atacar a Coreia do Sul.

Olhos postos no petróleo

Em dia de bolsas fechadas nos Estados Unidos e no Reino Unido, os investidores estarão de olhos postos no petróleo, numa altura em que a matéria-prima está a afundar nos mercados internacionais. Este movimento acontece depois de uma escalada nos preços, que levou mesmo o barril de Brent a negociar acima dos 80 dólares. Contudo, o aumento da oferta do lado dos Estados Unidos e o anúncio da Arábia Saudita e da Rússia de que poderão vir a aumentar a produção veio pressionar os preços da matéria-prima, que acabou por desvalorizar mais de 3% no final da semana passada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião