Nowo fica com a Champions em Portugal

  • Juliana Nogueira Santos
  • 30 Maio 2018

O conteúdo comprado pela Eleven Sports vai ser distribuído pela Nowo em Portugal, mas ainda não há certeza em relação a quem poderá ou não ver os jogos da Liga dos Campeões e da Liga Espanhola.

A Nowo vai passar a ter a exclusividade dos jogos da Liga dos Campeões e da Liga Espanhola, ao ter assinado um acordo com a Eleven Sports, a empresa que tirou os direitos de distribuição dos jogos destas competições à Sport TV. Ainda assim, não é claro se, na próxima época, a Nowo poderá fazer a revenda dos jogos a outros operadores.

Em comunicado, as duas empresas revelam o estabelecimento de “um acordo de licenciamento de conteúdos”, que permitirá à antiga Cabovisão a distribuição dos canais da Eleven Sports em Portugal, que ainda não foram criados. Já esta terça-feira, a empresa britânica de conteúdos tinha anunciado a compra dos direitos de transmissão exclusivos da Champions e da La Liga.

No mesmo documento, o presidente da Nowo assume que este passo significa um passo “muito importante” ao tornar a operadora “um player decisivo no mercado nacional”. Questionada pelo ECO, fonte oficial da Nowo recusou-se a especificar os detalhes deste negócio. No entanto, o Expresso garante que os jogos não vão ficar apenas para os clientes da empresa liderada por Miguel Venâncio.

A operadora terá confirmado ao jornal que vai criar um novo canal para a distribuição do conteúdo e que o poderá revender às outras operadoras, que não terão, no entanto, a autorização para ter um canal da Eleven Sports. A dúvida em torno dos jogos da liga milionária e da liga do país vizinho fica assim à espera de esclarecimento.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Nowo fica com a Champions em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião