5 coisas que vão marcar o dia

  • Rita Atalaia
  • 28 Junho 2018

O dia vai ser marcado pelo Conselho Geral da Mutualista para aprovar a entrada da Santa Casa no Montepio. Lá fora, arranca o Conselho Europeu, quando será discutido o orçamento da Zona Euro.

Os conselheiros da Associação Mutualista reúnem-se esta quinta-feira para aprovar a entrada da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e de outras entidades sociais no capital do Montepio. Isto no mesmo dia em que a Associação Portuguesa de Bancos vai ser recebida pelos deputados na comissão de Orçamento e Finanças. Também no Parlamento, a sessão plenária vai trazer para cima da mesa uma proposta do PCP para a ampliação das fontes de financiamento da Segurança Social. Lá fora, começa a reunião de dois dias do Conselho Europeu, durante a qual serão discutidos temas como a migração e o orçamento da Zona Euro.

Mutualista aprova entrada da Santa Casa no Montepio

Os conselheiros da Associação Mutualista vão reunir-se, esta quinta-feira, em Conselho Geral. Será neste encontro que vão aprovar a venda de até 2% do capital do Montepio às misericórdias e outras entidades sociais que mostraram interesse neste investimento, como já tinha avançado o ECO. Um investimento que já obteve a aprovação do Governo, apesar das críticas dos vários partidos políticos.

Arranca reunião do Conselho Europeu

A reunião de dois dias do Conselho Europeu começa esta quinta-feira. Os chefes de Estado da União Europeia vão juntar-se em Bruxelas para debater várias questões, nomeadamente migração, a segurança e a defesa, emprego e o crescimento, mas também o o orçamento da UE. Um orçamento que o Governo português já disse apoiar, por considerar que é necessária a criação de uma “capacidade orçamental na Zona Euro” para que o bloco da moeda única esteja preparado para dar uma resposta adequada a uma futura crise.

APB responde sobre sigilo bancário

O presidente da Associação Portuguesa de Bancos, Faria de Oliveira, vai ser recebido na comissão de Orçamento e Finanças para responder às questões dos deputados sobre o levantamento do sigilo bancário e divulgação da lista dos grandes devedores de bancos que receberam ajudas do Estado. Isto depois de o Banco de Portugal ter afirmado, num parecer enviado a esta comissão, que esta divulgação quebra vários regulamentos e leis do setor bancário, em parte por violar o princípio do sigilo.

Fatura da Sorte dá hoje 185.000 euros em dívida pública

Esta quinta-feira, para além do concurso habitual da Fatura da Sorte, que dá 35.000 euros, há ainda o concurso extraordinário, que distribui mais três prémios de 50.000 euros, cada. Um total de 185.000 euros que não vão diretamente para a conta bancária dos contribuintes: são dados na forma de Certificados do Tesouro Poupança Crescente. Os resultados vão ser transmitidos na RTP1, a partir das 18h50.

PCP leva financiamento da Segurança Social ao Parlamento

Os deputados vão discutir na sessão plenária desta quinta-feira uma proposta do PCP para ampliar as fontes de financiamento da Segurança Social. A iniciativa do partido traduz-se numa taxa extra destinada ao sistema da Segurança Social de 10,5% sobre o Valor Acrescentado Líquido (VAL) das empresas, mas descontando já as restantes contribuições.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião