A tarde num minuto

Não teve tempo de ler as notícias esta tarde? Fizemos um best of das mais relevantes para que fique a par de tudo o que se passou, num minuto.

Na liderança da gestora de capital de risco público desde abril, a engenheira eletrotécnica Rita Marques quer voltar à base da Portugal Ventures: mais investimento mas, sobretudo, melhor. A colocação de novos produtos financeiros complexos está em forte queda. Receios dos investidores também leva ao reforço da aposta numa oferta mais conservadora, revela a CMVM.

Menos pulverização, mais acompanhamento e mais inteligência. À frente da gestora de capital de risco pública desde abril, tal como o ECO avançou, a engenheira eletrotécnica lidera uma equipa com uma carteira de 105 participadas. Nomeada pelo Ministério da Economia para suceder a Celso Guedes de Carvalho na liderança da gestora de capital de risco – que conta com uma carteira de investimentos de 19 fundos no valor total de 240 milhões de euros – Rita Marques conta, na sua primeira entrevista, os primeiros meses de trabalho de perto com startups na qualidade de investidora.

Surgiram no seguimento da sofisticação da oferta de produtos financeiros, mas parecem cada vez mais condenados ao esquecimento. O valor colocado em produtos financeiros complexos atingiu um novo mínimo de pelo menos quatro anos, em 2017, mostram dados da CMVM, que atribui esta queda ao efeito negativo do colapso da dívida da PT. Os investidores passaram a assumir uma postura mais conservadora, levando os bancos a reduzirem a aposta neste tipo de instrumento financeiro.

Fernando Ribeiro Mendes anunciou esta quarta-feira a Tomás Correia e aos restantes colegas do Conselho de Administração da Associação Mutualista Montepio Geral que vai candidatar-se à presidência da instituição nas eleições que vão ter lugar no final do ano. Foi no final da reunião do Conselho de Administração que Ribeiro Mendes aproveitou para comunicar aos restantes administradores e ao próprio Tomás Correia que pretende concorrer nas próximas eleições. Esta era uma intenção esperada, tendo em conta últimas as intervenções de Ribeiro Mendes, as quais denotavam uma evidente rota de colisão com o atual presidente da Associação Mutualista.

O PSD entregou uma proposta de alteração ao projeto-lei do CDS que visa a retirada do adicional de ISP sobre o preço dos combustíveis. O partido liderado por Rui Rio defende a substituição da atual portaria que rege a determinação do ISP por uma outra que reduza o ISP num montante estimado equivalente ao excesso de receita a obter através do IVA este ano, a ser revista trimestralmente.

Os CTT apostam no comércio eletrónico, nomeadamente de sites chineses, através de uma parceria com a China Post. O chamado serviço e-Packet permite receber as encomendas diretamente na caixa do correio, com confirmação de entrega, através de rastreamento online.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

A tarde num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião