Galp Energia e grupo EDP pressionam bolsa de Lisboa

  • Rita Atalaia
  • 12 Julho 2018

Os ganhos na Europa ajudaram Lisboa a acordar no verde. Mas esta tendência rapidamente se inverteu, com a bolsa nacional a oscilar entre ganhos e perdas, pressionada pela Galp e grupo EDP.

A bolsa de Lisboa arrancou a sessão a subir, animada pela recuperação na Europa, mas rapidamente regressou às perdas. A praça portuguesa está a ser pressionada pela queda das energéticas, nomeadamente da Galp Energia e da EDP, contrariando a tendência positiva no resto das praças do Velho Continente.

O índice de referência nacional, o PSI-20, abriu em alta de 0,17% para 5.646,35 pontos. Mas tem oscilado desde a abertura entre ganhos e perdas, estando agora a cair 0,06%. Isto num dia de ganhos nas restantes bolsas europeias: o Stoxx 600 está a avançar 0,31% para 382,58 pontos, depois de ter registado perdas de quase 1% na sessão anterior, pressionado pela intensificação da guerra comercial entre os EUA e a China.

O presidente dos EUA revelou uma nova lista de produtos chineses que vão ser alvo de tarifas. E a China apressou-se a reagir, considerando “totalmente inaceitável” a decisão dos EUA e afirmando adotará as “contramedidas necessárias”. Contudo, Beijing não especificou como pretende retaliar, o que acabou por aliviar os receios em torno desta disputa.

PSI-20 oscila entre ganhos e perdas

A bolsa nacional não se está a deixar contagiar por este sentimento positivo, revelando uma elevada volatilidade. A subida da praça portuguesa justificou-se inicialmente pelos ganhos do BCP. O banco liderado por Nuno Amado avançava 0,35% para 25,90 cêntimos. Mas também pela valorização dos CTT (+0,42%) e da Jerónimo Martins (+0,31%). Contudo, apenas o banco conseguiu manter os ganhos nos primeiros minutos de negociação.

Acabaram por ser as energéticas a ditar a inversão da tendência. A Galp Energia está a cair 0,26% para 16,9650 euros, enquanto a EDP recua 0,2% para 3,4980 euros. Já a EDP Renováveis, que tem a maioria dos seus ativos nos EUA, perde 0,06% para 9 euros.

As papeleiras estão a contrariar este movimento. A Altri está a subir 1,88% para 9,23 euros, depois de ter renovado máximos históricos na quarta-feira. Já a Navigator acelera 0,2% para 5,09 euros.

(Notícia atualizada às 08h26 com mais informação)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Galp Energia e grupo EDP pressionam bolsa de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião