Versões mais baratas de iPhone e MacBook entre as previsões para os lançamentos da Apple

  • ECO
  • 12 Julho 2018

As previsões de analista Ming-Chi Kuo, que costuma acertar nos lançamentos da Apple, apontam para novas versões dos vários dispositivos da marca, incluindo ecrãs maiores e novos processadores.

O próximo lançamento da Apple está agendado para setembro, e os rumores começam a aparecer. Ming-Chi Kuo, tratado pela imprensa de tecnologia como o “melhor analista de Apple no planeta”, lançou uma nota com previsões do que irá sair. Entre elas encontra-se um iPhone e um MacBook mais baratos, novos iPads e relógios inteligentes, ecrãs maiores e ainda uns headphones.

Começando pelos telemóveis, as previsões apontam para três novos modelos: uma versão atualizada do iPhone X, um modelo OLED, ou seja, com um ecrã composto por díodo orgânico que emite luz, de maior dimensão, e um modelo com ecrã de 6,1 polegadas, que seria o iPhone económico, mais barato.

No que toca a tablets, o especialista prevê também dois novos iPads, com a tecnologia biométrica de Face ID. Para aplicar essa funcionalidade, em princípio haverá uma redução das margens dos dispositivos, o que significa que deixa de existir um botão físico na parte frontal.

Os computadores Mac já não recebem uma atualização há três anos, e, terá chegado agora o momento. Baseado nos processadores de última geração da Intel, a Apple irá fazer atualizações no hardware dos MacBook, MacBook Pro, iMac e Mac Mini. Ming-Chi Kuo aponta ainda para um computador mais barato, possivelmente com uma atualização do MacBook Air.

Para quem gosta de levar no pulso todas as suas notificações, vão ser lançados também novos modelos do Apple Watch, com ecrãs maiores e uma melhoria do sensor de frequência cardíaca. Finalmente, no que toca aos produtos de áudio, replica os rumores de que os Air Pods vão receber novas funcionalidades, como o suporte para a chamada da Siri, e o lançamento de headphones próprios, depois de ter comprado a Beats.

Fica ainda a possibilidade de que o carregador sem fios AirPower chegue ao mercado juntamente com os novos iPhone para este ano, se iniciar a sua produção a tempo. Os telemóveis serão apresentados em setembro, os restantes produtos podem sair nessa altura também ou ficar para outubro.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Versões mais baratas de iPhone e MacBook entre as previsões para os lançamentos da Apple

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião