ViaCTT: Fisco não suspendeu todas as cobranças

  • ECO
  • 19 Julho 2018

Os serviços das Finanças continuam a dizer aos contribuintes que apenas são suspensos os processos em que há defesa. Finanças sossega contribuintes e diz que execução vai mesmo ser suspensa.

Continua a polémica à volta dos processos de contraordenação abertos a contribuintes que não tinham a caixa postal eletrónica da ViaCTT. Apesar de as Finanças terem vindo dizer que esses processos estavam suspensos, a informação que continua a ser transmitida aos contribuintes é a de que os processos continuam, apenas se encontrando suspensos aqueles em que os visados, uma vez recebida a notificação, apresentaram uma defesa, escreve o Jornal de Negócios, na edição desta quinta-feira.

Apesar de os fiscalistas aconselharem os contribuintes a apresentarem uma defesa pedindo o afastamento da coima, o Ministério das Finanças sossega os contribuintes e garante que o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, já “determinou, por despacho” a suspensão de todos os processos de contraordenação e que essa suspensão “foi executada”.

Mais, o ministério de Mário Centeno, acrescenta : “sempre que um contribuinte creia que o seu processo não está suspenso, deverá contactar a AT através do e-balcão com as informações necessárias à identificação do processo”.

Mendonça Mendes, na última ida ao Parlamento, tinha já garantido que estavam a trabalhar no sentido de que os pagaram tenham tratamento idêntico aos que não pagaram, tendo ainda adiantado que o Governo estava estudar alternativas à ViaCTT.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

ViaCTT: Fisco não suspendeu todas as cobranças

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião