ADSE vai limitar consultas pagas a 24 por ano

  • ECO
  • 20 Julho 2018

O subsistema de saúde dos funcionários públicos vai ter mais beneficiários. Ao mesmo tempo vai ter limites de despesa com consultas fora do sistema.

Os beneficiários da ADSE vão passar a ter um limite e 24 consultas por ano para recorrer a médicos sem acordo com o subsistema de saúde da Função Pública, avança o Público (acesso condicionado). Esta regra faz parte da nova tabela que entrará em vigor no início de setembro.

Será possível ultrapassar este limite nos casos em que haja justificação clínica, adianta o mesmo jornal diário. O objetivo deste limite é controlar a despesa e evitar abusos.

Segundo o Público, esta novidade foi apresentada esta quinta-feira numa reunião do Conselho Geral de Supervisão, que já contou com a presença da nova presidente da ADSE, Sofia Portela.

Em declarações ao Público, José Abraão, dirigente da Fesap, mostrou-se preocupado com os atrasos no diploma que alarga a ADSE a novos beneficiários. Está prevista a entrada para este subsistema de saúde de 64 mil novos beneficiários.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

ADSE vai limitar consultas pagas a 24 por ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião