Pablo Casado é o novo líder do PP espanhol

Está encontrado o sucessor de Mariano Rajoy no Partido Popular espanhol. É Pablo Casado, que derrotou Soraya Sáenz de Santamaría nas primárias que se realizaram este sábado em Madrid.

Pablo Casado é o novo presidente do Partido Popular espanhol, substituindo o demissionário Mariano Rajoy. Casado chega à liderança do partido após derrotar Soraya Sáenz de Santamaría nas primárias que se realizaram este sábado no XIX congresso nacional extraordinário, em Madrid.

Foram mais de 3.000 delegados do PP que foram às urnas para eleger um novo líder do partido, isto após Rajoy ter apresentado a demissão no início de junho na sequência da queda do seu Governo com a moção de censura apresentada e aprovada pelo Parlamento em maio.

“Espanha perdeu um grandíssimo presidente de Governo, mas como me dizias ontem “aqui têm um amigo”. E eu te digo que precisamos de ti muito perto”, disse Pablo Casado, 37 anos, dirigindo-se a Mariano Rajoy, no primeiro discurso enquanto líder do partido.

"Espanha perdeu um grandíssimo presidente de Governo, mas como me dizias ontem “aqui têm um amigo”. E eu te digo que precisamos de ti muito perto.”

Pablo Casado

Presidente do PP

Sobre o trabalho que se avizinha, Casado apresentou “um contrato com Espanha”, “um contrato que é uma linha de ação, e que mostra que o partido está pronto para retornar às instituições”. E começou a enumerar algumas das suas prioridades: “É necessário reforçar a nossa Constituição. Reforçar o nosso Código Penal para evitar qualquer desafio secessionista“.

“Temos um compromisso com as políticas de família, com a natalidade, com a despovoação das nossas províncias”, prosseguiu. Antes, havia indicado que pretende baixar os impostos e atualizar a administração pública.

Pablo Casado venceu as primárias com 1.701 votos e vai ser o candidato do PP às próximas eleições para o Governo espanhol — atualmente liderado pelo socialista Pedro Sanchéz (PSOE). Já Soraya Sáenz de Santamaría recolheu 1250 votos.

Antes das legislativas previstas para se realizaram em 2020, Pablo Casado terá de preparar o partido para as eleições autárquicas e europeias, já no próximo ano.

(Notícia atualizada às 13h38)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Pablo Casado é o novo líder do PP espanhol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião