Governo quer acordo com professores até setembro

  • ECO
  • 21 Julho 2018

Executivo quer fechar entendimento com os sindicatos antes de ultimar Orçamento do Estado para 2019 com os partidos da esquerda.

O Governo quer fechar até setembro as negociações sobre a contagem do tempo de carreira para efeitos de progressão salarial dos professores, num entendimento entre Executivo e sindicatos que será crucial para a aprovação do Orçamento do Estado para 2019, disse um ministro ao jornal Público.

“O Governo já disse que ia reconhecer dois anos, nove meses e 18 dias”, disse um ministro àquele diário (acesso pago). “Agora, é acertar as contas. O Governo diz que reconhecer tudo o que os professores pedem custa 600 milhões, os professores dizem que é um terço disso. Chegaremos a um consenso“, garantiu o mesmo responsável.

 

O jornal lembra que esta negociação com os sindicatos dos professores não integra diretamente as negociações sobre o Orçamento do Estado para 2019. Ainda assim, há despesa pública com salários e reformas dos professores que tem impacto nas contas públicas. E é por isso o Governo quer um entendimento sobre este assunto em setembro, abrindo caminho para que o último orçamento desta legislatura seja fechado no mês seguinte.

Enquanto o Governo pretende apenas contar uma parte do tempo congelado, os sindicatos não abdicam da recuperação da totalidade do tempo de serviço cumprido durante o período de congelamento das carreiras para efeitos de progressão.

Comentários ({{ total }})

Governo quer acordo com professores até setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião