Mais receitas de portagem aumentam lucros da Brisa

  • Lusa
  • 27 Julho 2018

"Apesar das fracas condições climatéricas”, o tráfego cresceu 4,1%,. As receitas provenientes das portagens avançaram 6,2%, “beneficiando de um forte desempenho no setor”, diz a Brisa.

O lucro da Brisa Concessão Rodoviária fixou-se em 62 milhões de euros no primeiro semestre, mais 27,3% do que no período homólogo, impulsionado pelo aumento das receitas de portagem.

O resultado líquido aumentou 27,3%, atingindo 62 milhões de euros, suportado pelo aumento das receitas de portagens e das áreas de serviço, associado ao controlo dos custos operacionais e financeiros”, lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Nos primeiros seis meses do ano, o tráfego cresceu 4,1%, “apesar das fracas condições climatéricas”, e as receitas provenientes das portagens avançaram 6,2%, “beneficiando de um forte desempenho no setor”.

No período em causa, o resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) totalizou 210 milhões de euros, uma subida de 8,8%, face ao valor registado no mesmo período do ano anterior.

o investimento (Capex) cedeu 13,7% para 16,7 milhões de euros, resultando maioritariamente de reparações efetuadas nas autoestradas A1, A2, A5 e A12.

Em junho, a divida líquida da Brisa situou-se nos 1.979 milhões de euros, que compara com 2.107 milhões de euros registados no mesmo mês do ano anterior.

Comentários ({{ total }})

Mais receitas de portagem aumentam lucros da Brisa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião