Lucros do Super Bock Group crescem 34%. Exportações para a China ajudam a consolidar ano recorde

A empresa liderada por Rui Lopes Ferreira apresentou "os melhores resultados de sempre", no ano passado, tendo crescido "significativamente" na China.

O Super Bock Group viu os lucros aumentaram 33,6% para 51,3 milhões de euros no ano passado, batendo recordes a nível de faturação, naquele que foi um ano marcado por um “ciclo de transformação iniciado há três anos” e pelos “melhores resultados de sempre“, afirmou o presidente executivo, Rui Lopes Ferreira, no relatório de gestão de 2017.

Conforme se lê no documento, publicado esta terça-feira, o grupo faturou 520,9 milhões de euros no ano passado, o que representa uma melhoria de 23,7% face ao ano anterior (451,3 milhões de euros). O EBITDA cresceu 19,5%, passando de 85,8 milhões para 102,5 milhões. E a cervejeira aumentou o capital próprio — passou de 171,7 para 187,6 milhões de euros, um crescimento de 9,3%.

A empresa com sede em Leça do Balio, no concelho de Matosinhos, produziu 573 milhões de litros de cerveja, tendo superado os 100 milhões de litros exportados. Destaque para as exportações para a China, onde as vendas duplicaram e representaram um peso de 40%, classificando-se como marca premium. O grupo criou mesmo uma cerveja especial para o mercado chinês.

A nível de mercado interno, destaque para o “crescimento muito significativo das vendas de cerveja, sidras e águas” e a “redução da área de vendas diretas em Lisboa (alargando o território da rede), lê-se no documento.

No ano passado, o número médio de funcionários fixou-se em 1.351, mais 1,4% do que no exercício anterior, tendo a empresa gasto cerca de 52,4 milhões de euros com pessoal e trabalhadores temporários.

Rui Lopes Ferreira referiu ainda o “ano marcante” em que o grupo assumiu “uma nova identidade corporativa“. “Celebrámos o 90º aniversário da Super Bock e tivemos os melhores resultados de sempre, com um volume de vendas de 521 milhões de euros. Reforçámos lideranças no mercado interno, crescemos significativamente na China, hoje o nosso segundo mercado, e prosseguimos o investimento noutras geografias“, lê-se no documento.

Comentários ({{ total }})

Lucros do Super Bock Group crescem 34%. Exportações para a China ajudam a consolidar ano recorde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião