Fidelidade retira Torres de Santo António dos Cavaleiros da carteira que vai vender Apollo

  • ECO
  • 2 Agosto 2018

A seguradora quererá colocar os imóveis de Loures no programa de renda acessível, incluído no programa de arrendamento urbano.

As torres de Santo António dos Cavaleiros, em Loures, já não fazem parte da carteira de imóveis que a Fidelidade vai vender ao fundo Apollo. Esta decisão chega depois do veto do Presidente da República à lei do direito de preferência.

O objetivo da seguradora será colocar os três imóveis sob o programa de renda acessível, avança o Jornal de Negócios (conteúdo pago). É ainda possível que outros sejam retirados do portefólio a alienar.

O fundo Apollo comprou cerca de 277 imóveis da empresa controlada pela Fosun, por isso esta alteração não será muito significativa. O contrato de promessa de compra e venda chegou aos 425 milhões de euros.

A lei sobre o direito de preferência a arrendatários, para os partidos de esquerda, visava impedir os despejos dos inquilinos num contexto de venda de imóveis sem propriedade horizontal ou de grandes negócios imobiliários, como é o caso desta venda. Ao Jornal de Negócios, a empresa diz que aguarda “tranquilamente a definição do quadro legal” e que agirá “em conformidade”.

O diploma é agora devolvido à Assembleia da República. O veto por parte de Marcelo foi justificado pela “falta de indicação de critérios de avaliação” para o direito de preferência, e ainda porque “a preferência pode ser invocada também por inquilinos com atividades de outra natureza, nomeadamente empresarial”. É possível que o negócio entre a Fidelidade e a Apollo se concretize antes de esta lei o poder influenciar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fidelidade retira Torres de Santo António dos Cavaleiros da carteira que vai vender Apollo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião