Queda de plataforma em Vigo provoca 330 feridos

Mais de 300 pessoas ficaram feridas durante um concerto em Vigo, depois de uma estrutura de cimento ter cedido com o peso da multidão. Cinco estão em estado grave.

Pelo menos 330 pessoas ficaram feridas durante um concerto em Vigo, depois de uma plataforma de madeira ter cedido com o peso da multidão. Dos feridos, cinco estão em estado grave, dos quais dois são menores, informou o ministro da Saúde, citado pelo Faro de Vigo (conteúdo em espanhol).

O acidente aconteceu pouco depois da meia noite (23h em Lisboa), no decorrer do concerto de encerramento do festival O Marisquiño. A parte de cimento da estrutura cedeu com o peso, atirando várias pessoas para o mar, provocando o pânico a quem lá estava. O presidente do Porto de Vigo adiantou que esta queda se deveu a defeito de construção e não por falta de manutenção.

Havia uma estrutura de cimento por baixo, que foi o que cedeu, o que me surpreende, por ter cedido de forma tão fácil. Agora temos de ver quais foram as causas. Se houvesse um defeito estrutural, não acredito que tenha sido por razões de manutenção, mas foi construído de uma maneira que não aguenta com isto”, disse Henrique López Veiga, em declarações à televisão pública da Galiza, CRTVG.

Dos cinco feridos graves, dois são crianças com menos de 15 anos mas, de acordo com o ministro da Saúde, Jesús Vázquez Almuiña, nenhum corre risco de vida. Apresentam fraturas e algumas lesões cerebrais traumáticas, sendo que já deram entrada em dois hospitais da cidade. Até à data não há qualquer registo de mortes, embora uma equipa de mergulhadores profissionais tenha vasculhado a zona para garantir que ninguém tinha ficado preso depois do deslizamento de terra.

(Notícia atualizada às 13h49 com número de feridos)

Comentários ({{ total }})

Queda de plataforma em Vigo provoca 330 feridos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião