Facebook e Twitter removem perfis controlados pelo Irão e pela Rússia

O Facebook e o Twitter suspenderam e removeram mais de nove centenas de perfis, páginas e grupos por suspeitas de comportamentos fraudulentos e manipuladores.

Mais de 600 contas foram suspensas e removidas pelo Facebook por suspeitas de comportamentos fraudulentos e manipuladores. Também o Twitter apagou quase três centenas de perfis por razões semelhantes. Em ambos os casos, foram detetadas influências iranianas e russas com objetivo claro de influenciar o posicionamento político dos demais internautas, avança o TechCrunch, esta quarta-feira.

Depois de vários meses de investigação, a rede social criada por Mark Zuckerberg concluiu que múltiplas contas fraudulentas estavam a ser controladas a partir do Irão e da Rússia. “Banimos este tipo de comportamento, porque queremos que os nossos utilizadores confiem nas conexões que concretizam”, explica o Facebook, em comunicado citado pela BBC News.

Os perfis e páginas removidos tinham como principal alvo o Médio Oriente, em particular o seu panorama político e os migrantes com origem nesta região geográfica. Por exemplo, uma das páginas removidas do Facebook pertencia a uma organização que queria chamar a atenção dos utilizadores para os atos de violência cometidos por imigrantes. Além disso, verificaram-se várias campanhas a favor de narrativas anti-israelitas, anti-sauditas e pró-palestinianas.

“Em parceria com os nossos pares, hoje suspendemos 284 contas por ‘manipulação coordenada'”, notou também o Twitter, numa publicação partilhada na própria plataforma. De acordo com a rede social de Jack Dorsey, o objetivo desta operação é auxiliar as investigações a este tipo de atividades manipuladoras.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Facebook e Twitter removem perfis controlados pelo Irão e pela Rússia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião