Um em cada três portugueses tem uma conta poupança

Os portugueses estão mais preocupados com a poupança, no primeiro semestre deste ano. 33,7% dos residentes no continente possuem uma conta deste tipo, contra 31,6% no ano anterior.

Tem uma conta poupança? Se sim, faz parte dos 2,6 milhões de portugueses que possuem uma ou mais destas contas, durante os primeiros seis meses do ano, numa subida em relação ao mesmo período do ano anterior. Ou seja, um em cada três portugueses poupa através de uma conta bancária.

Segundo o estudo Basef Banca da Marktest, entre janeiro e junho de 2018 foram contabilizados 2,59 milhões de portugueses possuidores de contas poupança. Este valor corresponde a 33,7% do universo, que é composto pelos residentes no continente com 15 e mais anos, que possuem conta bancária e que identificam os bancos onde possuem conta. No primeiro semestre de 2017 eram 2,3 milhões.

A quantidade de portugueses que têm uma conta deste tipo atingiu a percentagem mais elevada em 2014. Já no ano passado, foi a mais baixa, de 31,5%. Mesmo assim, segundo outro estudo do grupo para 2017, 1,43 milhões de indivíduos afirmaram ter poupado mais ou o mesmo que no ano anterior, a taxa mais elevada dos últimos 15 anos. Estes dados podem revelar que os portugueses poupam sem recorrer a contas poupança.

No primeiro semestre deste ano está a registar-se uma recuperação da percentagem de pessoas que têm uma destas contas. Tendo em vista o futuro, os jovens entre os 15 e os 24 anos são os que mais possuem uma conta poupança, representando 43,1% do total. A maior parte dos titulares destas poupança são de classe alta ou média alta, já que essas também são as que apresentam maior taxa, de 46%. As classes média baixa e baixa são titulares de 27,7% das contas.

Se formos a comparar com os outros países europeus, Portugal teve a mais baixa taxa de poupança entre os membros da União Europeia, no primeiro trimestre do ano. De acordo com dados do Eurostat, as famílias dedicaram apenas 4% dos rendimentos para esse fim.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Um em cada três portugueses tem uma conta poupança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião