Portugueses são os que menos poupam na União Europeia

Portugal registou a mais baixa taxa de poupança no primeiro trimestre. Apenas 4% do rendimento disponível não se destina a despesa de consumo final. Suecos e alemães são os mais poupados.

Portugal tem a mais baixa taxa de poupança entre os membros da União Europeia, com as famílias a dedicarem apenas 4% dos rendimentos para esse fim. Já os suecos e alemães estão entre os europeus que mais poupam.

“No primeiro trimestre, as taxas de poupança mais baixas foram registadas em Portugal (4,0%), Reino Unido (4,1%) e Espanha (5,0%)”, revela esta sexta-feira o Eurostat.

A taxa de poupança representa a parte de rendimento disponível bruto que não foi gasta pelas famílias como despesa de consumo final. “Portanto, a taxa de poupança aumenta quando a renda disponível bruta cresce a uma taxa maior do que a despesa de consumo final”, explica o Eurostat na primeira vez em que apresenta indicadores trimestrais relativos às poupanças das famílias dos Estados-membros da União Europeia.

Informações detalhadas sobre estas estatísticas poderão ser encontradas aqui.

No mesmo reporte estatístico, o gabinete de estatísticas da União Europeia revela que a taxa de investimento das empresas foi mais elevado na Suécia (28,6%), República Checa (28,1%) e Espanha (27,4%) no primeiro trimestre do ano. Por seu lado, o Reino Unido (17,9%), a Holanda (19,5%) e a Polónia (20%) registaram as taxas de investimento mais baixas.

Já Portugal apresentou uma taxa de investimento de 23,7%, acima da média da Zona Euro (23,1%).

Sobre a taxa de investimento, o Eurostat calcula o indicador com base na formação bruta de capital fixo (investimento) sobre o valor acrescentado bruto.

Comentários ({{ total }})

Portugueses são os que menos poupam na União Europeia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião