Já há data para serem revelados os novos iPhone. Apple envia convites para dia 12 de setembro

O evento anual em que a Apple lança as novidades da marca já tem data. E os convites foram enviados. São esperados três novos iPhone, sendo um deles um "gigante".

“Gather round”. É assim que a Apple chama os convidados para a apresentação anual de novidades, que se irá realizar no dia 12 de setembro. Neste evento são conhecidos os modelos dos iPhones que vão chegar ao mercado.

Será no campus da empresa, no Steve Jobs Theater em Cupertino, na California. O edifício tem um formato circular, comparado com uma nave espacial, que é replicado graficamente no convite. Esta apresentação chega depois de a gigante norte-americana ter atingido um valor de mercado de um bilião de dólares.

As previsões dos analistas, citadas pela Business Insider (acesso livre/conteúdo em inglês), apontam para que este seja um “ano S”, ou seja, um ano em que a Apple lança versões melhoradas do iPhone, neste caso com base no X. Estão previstos três iPhone, com o maior a ter um ecrã de 6,5 polegadas.

É ainda esperada a apresentação de novos Air Pods, os fones sem fios da empresa, depois de expetativas que a marca da maçã ia apostar no setor de áudio. Novas edições ou atualizações do Apple Watch e do iPad Pro também podem estar nos planos.

A Apple foi recentemente ultrapassada pela Huawei como segunda fabricante que mais vende smartphones, mas continua a ser, de longe, a marca que mais ganha com a venda destes equipamentos.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Já há data para serem revelados os novos iPhone. Apple envia convites para dia 12 de setembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião