Costa considera que proposta do Bloco foi “feita à pressa”

  • ECO
  • 11 Setembro 2018

O primeiro-ministro considera que a proposta do parceiro parlamentar, Bloco de Esquerda, foi "feita à pressa" e duplica um imposto que já existe e que é suficiente.

Do lado da bancada da direita, o Partido Social Democrata (PSD) dá força à medida do Bloco de Esquerda (BE) para travar a especulação imobiliária. Do lado do Governo, a direção é contrária. O primeiro-ministro considera que a proposta do parceiro parlamentar foi “feita à pressa” e duplica um imposto que já existe e que é suficiente, avança esta terça-feira o Observador, citando declarações de António Costa emitidas pela SIC Notícias.

“Nem percebo bem aquela proposta que é, primeiro, tratar como uma taxa o que é um imposto e, segundo, um imposto que repete o imposto de mais-valias que já existe e que já tributa o que há para tributar”, disse o primeiro-ministro. O chefe de Governo mostrou estar contra a medida do Bloco, que levantou a primeira polémica do Orçamento de Estado para 2019 com expressão pública.

Costa considera que é “a rápida aprovação pela Assembleia da República de um conjunto de iniciativas legislativas, que o Governo apresentou para haver mais habitação acessível” a medida essencial para combater a especulação. “O que é fundamental para controlar os preços e combater a especulação é aumentar a habitação acessível. Não podemos tratar simplesmente esta matéria com propostas feitas à pressa. Deve haver aqui qualquer confusão”, acrescentou o primeiro-ministro em declarações aos jornalistas.

Antes das declarações de António Costa, já o líder parlamentar do PS, Carlos César, tinha afirmado à Lusa que “não há qualquer intenção do Grupo Parlamentar do PS aprovar a proposta do Bloco de Esquerda”, acrescentado que a especulação só se pode combater “eficazmente” com o aumento da oferta de habitação acessível. O mesmo argumento utilizado pelo primeiro-ministro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Costa considera que proposta do Bloco foi “feita à pressa”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião