A tarde num minuto

Não teve tempo de ler as notícias esta tarde? Fizemos um best of das mais relevantes para que fique a par de tudo o que se passou, num minuto.

Visita oficial de Costa a Angola visa a normalização das relações entre os dois países. Empresários e economistas valorizam a viagem, mas “colocam as fichas” no combate à corrupção de João Lourenço. O comércio eletrónico veio revolucionar a indústria do calçado, diz Luís Onofre em entrevista ao ECO. “As regras são muito injustas“, mas o futuro dos sapatos portugueses é sorridente, garante.

A visita oficial que António Costa inicia esta segunda-feira a Angola marca, sobretudo, o fim do desanuviar das tensões políticas provocadas pelo processo judicial em Lisboa contra o ex-vice-Presidente da República angolano, Manuel Vicente. Mas é o desenlace das medidas que o Presidente João Lourenço tem vindo a introduzir na realidade angolana, como o afastamento da família dos Santos e a tentativa de combate à corrupção que mais desperta a curiosidade dos empresários e economistas contactados pelo ECO.

Sustentabilidade. É essa a carta que o setor do calçado português tem na manga para, cada vez mais, ganhar reconhecimento a nível mundial. Quem o diz é o presidente da Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos (APICCAPS). De visita a Milão para participar na feira mais importante da indústria (a MICAM), Luís Onofre aproveitou para explicar ao ECO a estratégia dos criadores lusos para conquistar o mundo. Um sapato de cada vez. E já têm argumentos “com os quais enfrentar” os italianos, mesmo perante uma revolução do comércio pautada por regras “muito injustas”.

O português António Simões, até agora presidente executivo do HSBC Bank e responsável pela atividade na Europa, vai passar a liderar a divisão de banca privada do grupo bancário multinacional. A informação foi anunciada, esta segunda-feira, pelo HSBC.

Os tarifários dos carregamentos rápidos de veículos elétricos serão divulgados em “meados de outubro”, informou a gestora da rede Mobi.e, no âmbito do anúncio do Governo sobre o início do pagamento em novembro.

A imagem das novas notas de 100 e 200 euros já é conhecida. O Banco Central Europeu apresentou esta segunda-feira ao público as novas notas que começam a circular a 28 de maio do próximo ano.

Comentários ({{ total }})

A tarde num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião