Milhares de funcionários públicos continuam sem receber descongelamento

  • ECO
  • 18 Setembro 2018

A segunda fase do descongelamento salarial começa a ser paga nesta semana, contudo há muitos trabalhadores que, nove meses depois, ainda aguardam pelos efeitos do descongelamento.

Este mês começa a ser paga a segunda fase do descongelamento das progressões na administração pública, mas, para milhares de trabalhadores, o valor que a partir de quinta-feira lhes cairá na conta bancária vai continuar semelhante ao que recebiam no início do ano. Segundo os sindicatos, isto porque ainda há milhares de funcionários que não estão a receber o acréscimo salarial a que têm direito pelo descongelamento, escreve esta terça-feira o Diário de Notícias (acesso pago).

Guadalupe Simões, presidente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), contabiliza perto de 30 mil profissionais, só entre os enfermeiros que trabalham em centros de saúde e em hospitais, que continuam sem sentir os efeitos do processo de descongelamento das progressões e promoções, que arrancou no início deste ano.

Os sindicatos da função pública acrescentam outras tantas situações de que vão tendo conhecimento e que são transversais a vários serviços da administração pública. José Abraão, secretário-geral da Federação dos Sindicatos da Administração Pública (Fesap), conta casos semelhantes na administração local e na Região Autónoma dos Açores.

“Há centenas de trabalhadores na Região Autónoma dos Açores que ainda não foram notificados dos pontos [relativos à sua avaliação] e também há funcionários de serviços em várias áreas da administração central na mesma situação”, referiu o dirigente sindical.

Comentários ({{ total }})

Milhares de funcionários públicos continuam sem receber descongelamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião