5 coisas que vão marcar o dia

Portugal volta ao mercado para tenta financiar-se em 1.500 milhões de euros. A nível político, Santana formaliza a constituição da Aliança, enquanto os taxistas voltam a manifestar-se contra a Uber.

Santana Lopes formaliza esta quarta-feira a criação do seu novo partido político. O Aliança surge depois de Santana ter perdido a liderança do PSD, em janeiro, para Rio. A nível financeiro, Portugal volta ao mercado da dívida e tenta financiar-se até 1.500 milhões de euros. Nos transportes, os taxistas voltam a manifestar-se contra a Uber. O Governo, por seu turno, ouve os partidos políticos sobre a recondução de Joana Marques Vidal no cargo de Procuradora Geral da República. Enquanto isso, na Assembleia da República discute-se o plano nacional de investimentos, desta feita a pedido do PS.

Taxistas voltam a manifestar-se contra a Uber

Os taxistas vão de novo para a rua, para se manifestarem contra a Uber. A manifestação nacional, convocada pela Federação Portuguesa do Táxi (FPT) e pela Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros, tenta evitar que a lei que regulamenta as plataformas eletrónicas de transporte de passageiros entre em vigor a 1 de novembro.

Portugal volta ao mercado da dívida. Tenta financiar-se até 1.500 milhões.

A agência que gere a dívida pública nacional vai realizar um duplo leilão de curto prazo. O objetivo é angariar entre 1.250 milhões e 1.500 milhões de euros. Este leilão acontece depois de em agosto último, a instituição liderada por Cristina Casalinho, ter colocado 1.000 milhões de euros no mercado, com taxas entre -0,291% e -0,432%.

Plano nacional de investimentos discutido na AR

O plano nacional de investimentos volta a ser tema central na Assembleia da República. Agora é o grupo parlamentar do PS a solicitar discutir o tema. O PNI que define os investimentos estratégicos da próxima década, está em fase de consulta pública até ao final de setembro.

Joana Marques Vidal sim ou não? Governo ouve partidos

Com o mandato da Procuradora Geral da República prestes a terminar adensam-se as movimentações. Agora é a vez de o Governo, através da ministra da Justiça, ouvir os diferentes partidos sobre a recondução de Joana Marques Vidal. Para já, só Assunção Cristas, líder do CDS, defende de forma categórica a recondução da atual detentora do cargo.

Santana formaliza criação da Aliança

Aliança, o novo partido de Pedro Santana Lopes, que formalizou no dia 4 de agosto a sua saída do PSD, onde militava há 40 anos, vai ser formalmente apresentado esta quarta-feira. O novo partido surge, no entender do seu fundador como uma alternativa ao poder de António Costa.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião