Certificados captam 164 milhões de euros em agosto. É um máximo de dez meses

Em agosto, o investimento nos produtos de poupança do Estado voltaram a crescer. Famílias investiram 164 milhões de euros, com os certificados do Tesouro a sustentarem o crescimento das aplicações.

Os certificados mantêm o ritmo de captação de poupanças. Em agosto, as famílias aplicaram 164 milhões de euros nos produtos de poupança do Estado. Trata-se do patamar mais elevado dos últimos dez meses, com as aplicações em certificados do Tesouro a serem mais do que suficientes para compensar mais um mês em que os certificados de aforro perderam dinheiro.

De acordo com os dados do Boletim Estatístico do Banco de Portugal, os certificados de aforro viram sair 2 milhões de euros, enquanto os certificados do Tesouro, os Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC), captaram 166 milhões de euros. Em termos líquidos, através das famílias, o Estado conseguiu 164 milhões de euros de financiamento, em agosto.

Aplicações em certificados no último ano

Fonte: Banco de Portugal

O montante captado em agosto pelos certificados é o mais elevado desde outubro. Ou seja, o mês que marcou a “descontinuação” das subscrições de Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) e a sua substituição pelos CTPC, produto que oferece uma taxa bruta anual média de 1,38% (a que se junta um bónus em função do PIB) mas inferior face ao juro de 2,25% permitido pelo seu antecessor. Nesse mês, as famílias colocaram 572 milhões de euros em certificados do Tesouro, aproveitando a última oportunidade para procurar rentabilizar o seu dinheiro através dos CTPM.

A fraca atratividade da remuneração oferecida também ajudou a ditar o 22.º mês consecutivo de perda de aplicações para os certificados de Aforro, em agosto.

Apesar dessa quebra, o montante total aplicado nos produtos de poupança do Estado atingiu um novo máximo de sempre. Em agosto, as famílias tinham 237.189 milhões de euros investidos em certificados.

(Notícia atualizada às 11h25 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Certificados captam 164 milhões de euros em agosto. É um máximo de dez meses

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião