Farfetch chega hoje à bolsa. Angariou 885 milhões de dólares no IPO

A Farfetch, fundada por José Neves, vai começar a negociar esta sexta-feira na bolsa de Nova Iorque. A empresa angariou 885 milhões de dólares com a venda de ações.

A Farfetch, empresa fundada por um português e que vende artigos de luxo na internet, angariou 885 milhões de dólares com a venda de ações próprias, a um preço acima do intervalo que era antecipado. A empresa e “alguns acionistas” que detinham o capital privado venderam um total de 44,2 milhões de ações, a 20 dólares cada. Os investidores deverão poder comprar e vender títulos da Farfetch na bolsa de Nova Iorque já a partir desta sexta-feira.

Num comunicado, a Farfetch indica que emitiu 33,6 milhões de ações no âmbito da oferta pública inicial (IPO) que tem vindo a promover, enquanto os acionistas existentes alienaram 10,6 milhões de títulos da empresa de comércio eletrónico. O preço de venda foi de 20 dólares cada ação, acima do intervalo inicialmente definido, de 17 a 19 dólares. As ações chegam a Wall Street esta sexta-feira, 21 de setembro, com o tickerFTCH“.

Os subscritores do IPO da Farfetch têm ainda um período de 30 dias no qual podem exercer opções de compra para ficarem com mais 6,6 milhões de ações da companhia. Para estes investidores, o preço mantém-se nos 20 dólares cada título, declara a Farfetch, na mesma nota divulgada esta sexta-feira.

A Farfetch contava com quase 936 mil clientes ativos no final do ano passado, mais 44% do que no ano anterior, de acordo com documentos submetidos pela empresa ao regulador norte-americano dos mercados de capitais. Em 2017, a empresa registou prejuízos de 58 milhões de euros e conseguiu gerar 386 milhões de euros em receita.

(Notícia atualizada às 9h36 com mais informações)

Comentários ({{ total }})

Farfetch chega hoje à bolsa. Angariou 885 milhões de dólares no IPO

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião