Receio da subida das taxas de juro faz tremer Wall Street

Setores mais afetados por uma subida nos juros ressentiram-se nesta sessão, e puxaram os índices para baixo. Já o setor tecnológico conseguiu manter-se à tona. Farfetch fechou pela primeira vez a cair

A expectativa da subida das taxas de juro arrastaram os setores que serão mais afetados, e fez os índices cair no vermelho. Mesmo assim, o setor tecnológico conseguiu manter-se à tona. As energéticas, que subiram acompanhando os preços de petróleo, e valores altos de confiança dos consumidores impediram quedas maiores.

A bolsa de Nova Iorque abriu a subir mas terminou com dois índices em queda. O principal índice de referência, S&P 500, fechou a sessão a perder 0,13% para 2.915,56 pontos, e o industrial Dow Jones caiu 0,26% para os 26.492,21 pontos. O tecnológico Nasdaq superou a maré negativa e terminou a subir 0,18% para os 8.007,47 pontos. Um desempenho idêntico ao registado na sessão do dia anterior.

Os preços do petróleo em máximos de quatro anos fizeram as ações das energéticas subir, mas estabilizaram numa valorização mais modesta depois de Trump pedir novamente à OPEP que baixasse os preços e aumentasse a produção. Trump focou-se no Irão no discurso que fez perante a Assembleia Geral das Nações Unidas, num dia em que a UE anunciou que vai criar uma entidade para contornar as sanções impostas.

As tensões comerciais não preocuparam em demasia as famílias, e a confiança dos consumidores norte-americanos atingiu máximos de 18 anos em setembro, valores que incentivam os investidores mas não o suficiente para puxar os índices.

Já os serviços públicos e os fabricantes de chips foram os setores que tiveram um mau dia na bolsa. Foram afetados pelas tarifas e por serem sensíveis à subida de juros esperada da Fed. Nesta terça-feira saiu também a notícia de que a Qualcomm acusa a Apple de roubar segredos sobre os seus chips para comunicar à Intel. Mesmo assim a Apple fechou a sessão a subir 0,63% para os 222,20 dólares.

Os fundadores do Instagram anunciaram esta terça-feira que vão sair da empresa e os títulos do Facebook, dono da rede social, caíram. A empresa terminou a sessão a recuar 0,30% para os 164,91 dólares. A Farfetch fechou a terceira sessão como cotada na bolsa de Nova Iorque a cair pela primeira vez, 4,79% para os 28,80 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Receio da subida das taxas de juro faz tremer Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião