Netflix prestes a comprar o primeiro complexo de estúdios de produção nos EUA

A aquisição trará mil milhões de dólares para a cidade de Albuquerque, durante a próxima década. Quanto a postos de trabalho, vai gerar até mil empregos por ano na cidade.

O gigante do streaming Netflix está a planear abrir um novo centro de produção no Novo México, um estado dos Estados Unidos da América (EUA), localizado na região sudoeste do país. Para isso, está a finalizar o processo de aquisição do complexo de estúdios cinematográficos Albuquerque, mais conhecido por ABQ Studios, avança o Engadget (acesso livre, conteúdo em inglês).

A concretizar-se, esta operação será a primeira compra da Netflix de um complexo de estúdios de produção.

No entanto, o acordo está ainda em “negociações finais”, em parte devido a incentivos que incluem o financiamento das autoridades estatais e locais, que deverão investir mais de 14 milhões de dólares no projeto, com vista ao crescimento económico de Albuquerque.

A empresa espera que, nos próximos dez anos, o novo centro origine mil milhões de dólares para o Novo México. Quanto ao valor da operação, este ainda não foi revelado, mas a Netflix já avançou alguns números relativamente aos postos de emprego que serão criados. A plataforma de streaming fala na criação direta de mil empregos por ano naquela região.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Netflix prestes a comprar o primeiro complexo de estúdios de produção nos EUA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião