PCP confirma aumento extra nas pensões já em janeiro

  • ECO e Lusa
  • 11 Outubro 2018

Além do aumento nas pensões logo no arranque do ano, João Oliveira revela que o OE vai também trazer uma descida do IVA na eletricidade, mas apenas na componente fixa.

O Orçamento do Estado para 2019 vai trazer uma atualização extraordinária das pensões já no arranque do ano. João Oliveira, líder parlamentar do PCP, revela que haverá um aumento mínimo de dez euros logo em janeiro.

“Acertámos com o Governo um terceiro aumento extraordinário das pensões, a partir de janeiro, à semelhança daqueles em que havíamos insistido em 2016 e 2017, mas cujos efeitos só se fizeram sentir a partir de agosto este ano e no ano passado”, disse o comunista.

Ou seja, ao contrário do que aconteceu este ano, em que houve uma atualização extra em agosto, em 2019 será logo no início do ano, que se junta à revisão prevista na lei das pensões.

No que toca à redução dos custos com a energia, o deputado do PCP afirmou que se atingiu “uma solução combinada para a eletricidade, com valores ainda por fechar“, mas longe da redução pura e simples do IVA de 23% para 6%.

Segundo João Oliveira, vai existir uma baixa no IVA da eletricidade, mas só “relativamente à potência contratada”, além de um “abatimento no défice tarifário, através das contribuições das empresas para o fundo de sustentabilidade do sistema energético e a extensão da Contribuição Extraordinária Sobre o Setor da Energia às energias renováveis”.

(Notícia atualizada às 21h03).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

PCP confirma aumento extra nas pensões já em janeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião