Bolsa de Lisboa sobe mais de 1% em dia de ganhos na Europa. Altri dispara 8%

A papeleira viu a JB Markets a melhorar a recomendação para as suas ações de "neutral" para "comprar" e subiu 8% em bolsa. BCP valorizou depois de anunciar aumento dos lucros na Polónia.

A bolsa de Lisboa interrompeu, esta quinta-feira, um ciclo de quatro sessões consecutivas de quedas, numa altura em que as praças europeias têm sido penalizadas pela tensão entre Bruxelas e Itália, depois de a Comissão Europeia ter chumbado a proposta de orçamento apresentada pelo Governo italiano. Lisboa beneficiou dos fortes ganhos das cotadas do setor papeleiro, com destaque para a Altri, que disparou mais de 8%.

O PSI-20 fechou a sessão a subir 1,13%, para os 4.988,15 pontos, com apenas uma cotada em queda, uma inalterada e as restantes em alta. No resto da Europa, a tendência também foi de ganhos. As principais praças europeias valorizaram todas mais de 1%, depois de Mario Draghi ter transmitido uma mensagem de tranquilidade em relação à situação de Itália.

“Estou confiante de que vai ser conseguido um acordo entre Itália e a Comissão Europeia”, disse o presidente do Banco Central Europeu (BCE), no mesmo dia em que a instituição decidiu deixar inalterada a taxa de juro que serve de referência para a Zona Euro.

Em Lisboa, em destaque estiveram as ações das papeleiras. A Altri disparou 8,31%, para os 7,56 euros por ação. Isto depois de a JB Markets ter melhorado a recomendação para as ações da empresa liderada por Paulo Fernandes de “neutral” para “comprar”, para além de ter subido o preço-alvo de 8,40 euros para 10,25 euros.

Também a Navigator e a Semapa fecharam a sessão em alta, a valorizarem 4,75% e 3,94%, respetivamente.

A contribuir para os ganhos do PSI-20 esteve também o BCP, que avançou 2,38%, para os 22,3 cêntimos por ação. Este movimento acontece depois de o banco liderado por Miguel Maya ter anunciado que o Bank Millennium, banco polaco controlado pelo BCP, aumentou os lucros em mais de 9% nos primeiros nove meses do ano.

Só a EDP encerrou em queda, cedendo 0,29% para 3,072 euros, enquanto a EDP Renováveis avançou 0,13% e a Galp Energia somou 0,23% para 15,195 euros perante a recuperação das cotações do petróleo nos mercados internacionais. O Brent, negociado em Londres, segue a ganhar quase 1% para 76,78 dólares.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa sobe mais de 1% em dia de ganhos na Europa. Altri dispara 8%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião