Adeus, O’Leary? Acionistas da Ryanair querem mudar liderança

A mudança de CEO e chairman da Ryanair pode estar para breve. Pelo menos, é esse desejo dos acionistas da empresa, que querem ver O'Leary e Bonderman substituídos já em 2019.

Os acionistas da Ryanair querem sangue novo na liderança da transportadora irlandesa. De acordo com o The Guardian, há quem defenda a saída de David Bonderman do cargo de chairman já em 2019. Em paralelo, o Local Authority Pension Fund Forum (que detém cerca de 1% do capital da empresa) exige também que seja já preparada a sucessão de Michael O’Leary, presidente executivo da Ryanair desde 1994.

Esta não é a primeira vez que estes desejos circulam no seio da transportadora. Na última reunião anual da empresa, em setembro, quase 30% dos seus acionistas votaram contra a recondução de Bonderman. O responsável acabou por se manter como chairman, mas as tensões não acalmaram.

Assim, ainda que a próxima reunião da Ryanair seja apenas em setembro de 2019, a Local Authority Pension Fund Forum já escreveu ao comité responsável pela nomeação dos líderes a adiantar que irá pedir a substituição de Bonderman e O’Leary. Para que tal aconteça, o fundo terá, contudo, de convencer mais acionistas, o que não deverá ser problemático.

A confiança no chairman e no CEO da Ryanair está debilitada, depois de um ano particularmente difícil. Nos últimos meses, múltiplas greves em várias das bases europeias levaram ao cancelamento de milhares de voos, o que pressionou os resultados financeiros da empresa. Em seis meses (até 30 de setembro), os lucros da companhia recuaram 7%, ficando-se nos 1,2 milhões de euros.

Mesmo depois de ter reconhecido os sindicatos em Portugal, Bélgica, Espanha e Reino Unido, a Ryanair continua em crise, uma situação que os acionistas consideram que poderia ter sido “tratada de forma mais tranquila” se a liderança da transportadora fosse mais “independente”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Adeus, O’Leary? Acionistas da Ryanair querem mudar liderança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião