CP alerta para “fortes perturbações na circulação” na quarta-feira devido a greve

  • Lusa
  • 29 Outubro 2018

De acordo com o site da empresa, “preveem-se supressões de comboios a nível nacional em todos os serviços” e “não serão disponibilizados transportes alternativos".

A Comboios de Portugal (CP) alertou para “fortes perturbações na circulação” na próxima quarta-feira, devido à greve convocada por sindicados da Infraestruturas de Portugal (IP), empresa gestora da infraestrutura ferroviária.

Segundo o aviso colocado na página da internet da CP, na quarta-feira “preveem-se supressões de comboios a nível nacional em todos os serviços” e “não serão disponibilizados transportes alternativos”.

A CP informou que os passageiros que tenham comprado bilhetes para comboios dos serviços alfa pendular, intercidades, interRegional, regional e celta podem ser reembolsados pelo valor gasto ou podem revalidar, sem custos.

Entretanto, fonte oficial da IP referiu à agência Lusa que o “processo negocial ainda decorre” e que a expectativa da empresa é que “seja atingido um acordo” que permitida desconvocar a paralisação.

Segundo decisão do tribunal arbitral sobre o protesto marcado por 14 organizações sindicais, ficam garantidos os serviços mínimos definidos legalmente.

Depois de apresentados os argumentos da empresa e dos sindicatos, o tribunal decidiu estarem abrangidos, nos serviços mínimos, os encaminhamentos para o destino de comboios a circular ao início da greve, os comboios socorro e aqueles que transportem matérias perigosas, jet fuel, carvão e bens perecíveis.

Na reunião para determinar os serviços mínimos, que decorreu na sexta-feira, a IP apresentou a ata de reunião da Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho, na qual dois sindicatos (ASCEF e SINFA) tinham concordado com a proposta apresentada pela empresa de 25% de serviços mínimos.

Já 12 sindicatos referiram dever estar abrangidos apenas, nos serviços mínimos, os comboios em marcha à hora da greve, os comboios de socorro e os trabalhadores que asseguram serviços para a segurança e manutenção de equipamentos e instalações.

Na quinta-feira, as organizações de trabalhadores da IP voltaram a exigir que a administração da empresa e o Governo concretizem o acordo coletivo de trabalho e cheguem a acordo sobre um regulamento de carreiras.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CP alerta para “fortes perturbações na circulação” na quarta-feira devido a greve

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião