Quer poupar na fatura da eletricidade? Galp e GoldEnergy são as mais baratas

As operadoras que praticam os preços mais baratos para cada tipo de consumidor são as mesmas quer apenas para eletricidade, quer se juntar gás natural à fatura, segundo as comparações da ERSE.

Qual o operador que oferecem a maior poupança na fatura da energia? Depende. A Galp é a mais barata para os consumidores com um agregado familiar maior, seja apenas na eletricidade, seja com luz e gás natural. Já para as casas que gastam menos, por exemplo o lar de um casal sem filhos, é a GoldEnergy que oferece as propostas mais económicas.

As comparações são feitas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) num boletim, onde se analisam as ofertas comerciais disponíveis no mercado retalhista de eletricidade, para o terceiro trimestre deste ano — utilizando como referência os valores praticados na última semana de setembro.

Para elaborar esta comparação, a ERSE apresenta ofertas para três tipos de consumidores: um casal sem filhos, um casal com dois filhos e um casal com quatro filhos. Quem necessitar apenas de eletricidade tem disponíveis 18 comercializadores, enquanto aqueles que quiserem ofertas duais, para eletricidade e gás natural, podem escolher entre seis operadoras. Os valores referidos para a fatura anual não incluem taxas e impostos.

Para casais com filhos, a Galp dá a fatura mais barata

A GoldEnergy oferece a fatura mais barata para um casal sem filhos. O consumidor pode pagar pela eletricidade 325 euros por ano com esta operadora, de acordo com os preços praticados na última semana de setembro, recolhidos pela ERSE. A diferença para a oferta mais cara, da LogicaEnergy, é de 82 euros anuais nas ofertas mono.

Ofertas comerciais para o consumidor tipo 1ERSE

 

Já a Galp é a melhor escolha para um casal com dois filhos, o consumidor tipo 2. A fatura da energia fica com um valor de 844 euros por ano, e o consumidor poupa 128 euros por ano relativamente a um cliente que opta pela oferta mais cara, da espanhola Audax.

Ofertas comerciais para o consumidor tipo 2ERSE

Finalmente um agregado familiar maior, por exemplo um casal com quatro filhos, deve optar pela Galp se quiser a opção mais barata. O valor é, no entanto, superior aquele que era praticado nos trimestres anteriores pela Endesa. As despesas em eletricidade para o consumidor deste tipo totalizariam os 1.816 euros por ano. Relativamente à opção mais cara, oferecida pela Alfa Energia, a poupança é de 268 euros por ano na eletricidade.

Ofertas comerciais para o consumidor tipo 3ERSE

 

Também precisa de gás natural? As escolhas são as mesmas

Os casais que necessitam de eletricidade e gás natural terão despesas de 430 euros por ano se optarem pela GoldEnergy. É uma diferença de 89 euros, para a Rolear, que pratica os preços mais altos neste caso.

Ofertas duais para o consumidor tipo 1ERSE

No que toca ao consumidor tipo 2, numa casa com quatro pessoas, a oferta dual, que inclui também gás natural, fixa-se nos 1.033 euros por ano, na Galp. A diferença para o preço máximo, praticado pela mesma operadora, é de 168 euros.

Ofertas duais para o consumidor tipo 2ERSE

As famílias maiores, que registam um volume de consumo mais expressivo, terão a fatura mais barata com a Galp se necessitarem de uma oferta dual. No fim do ano, a despesa pode chegar aos 2.165 euros com a operadora, numa diferença de 354 euros para o preço mais alto verificado.

Ofertas duais para o consumidor tipo 3ERSE

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Quer poupar na fatura da eletricidade? Galp e GoldEnergy são as mais baratas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião